“Artesão não é coitadinho”, diz o governador Jaques Wagner em encontro de artesanato na Bahia

“Artesão não é coitadinho”, diz o governador Jaques Wagner em encontro de artesanato na Bahia

Durante o 3º Encontro de Artesãos da Bahia, realizado nesta quarta-feira (24), na Fundação Luís Eduardo Magalhães (Flem), o governador Jaques Wagner enfatizou a importância de o Estado incentivar os artesãos, após ganhar uma peça artesanal oferecida por Dona Cadu e pelo conjunto de 400 artesãos que fazem parte do encontro. “Queremos um artesanato grande, desenvolvido. Por isso, em parceria com o Sebrae, estamos formalizando esses pequenos empreendedores, e também, o governo da Bahia, por meio do Instituto Mauá, tem apoiado o artesanato baiano, realizando feiras”, afirmou o governador.

Na ocasião, o governador também citou o apoio as ações do governo que ajudam o artesão a melhorar a qualidade dos produtos confeccionados, seja na produção, seja na formação de técnicas de designe e apoio a comercialização. O encontro é promovido pelo Instituto Mauá, o Sebrae e pelo governo do Estado.

Wagner ainda lembrou que a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) realiza programas para qualificar os artesãos baianos, desconstruindo estereótipos e rótulos. “Estávamos acostumados a um olhar que colocava os artesãos como se fossem coitadinhos. A misericórdia é bem vinda, mas o governo não tem que ter misericórdia, tem que ter políticas públicas para promover a vida das pessoas. Não queremos que ninguém se sinta um coitadinho. Vocês são artesãos e cada um carrega consigo o seu saber”, argumentou o governador, sendo aplaudido em seguida por uma platéia de 400 artesãos presentes ao evento.

%d blogueiros gostam disto: