WAGNER DISCUTE AGENDA COMERCIAL COM MINISTRO ISRAELENSE

No primeiro dia da missão brasileira em Israel, o governador Jaques Wagner teve uma audiência com Binyamin Ben Eliezer, ministro do Comércio, Indústria e Trabalho, para tratar da ampliação do tratado de Livre Comércio Mercosul-Israel. O encontro foi articulado pelo cônsul para assuntos econômicos no Brasil, Roy Nir. Além do ministro e do cônsul, participaram da reunião o vice-diretor geral de Comércio Exterior, Boaz Hirsch, a diretora da Divisão das Américas do Ministério do Com´´ercio, Indústria e Trabalho, o presidente da Câmara de Comércio Israel-Brasil, Shmuel Yerushalmi e o embaixador do Brasil em Israel, Pedro Motta Coelho. A audiência tratou também das possibilidades de cooperação nos setores de energia, segurança pública, agricultura, comunicação e manejo de mananciais de água. A abertura da agenda especial, paralela às atividades do presidente Lula, deveu-se à participação direta do governador durante a visita do presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas a Salvador, em novembro do ano passado. Wagner foi o articulador de um encontro de Abbas com Mauricio Kertzman Szporer, líder da comunidade judaica no Estado.

Atualmente há 170 empresas israelenses operando no Brasil e a Bahia é um dos estados com maior potencial de incremento das relações comerciais com aquele país, especialmente nos setores de fruticultura, química fina e biotecnologia. Além de produtos químicos e papel, a Bahia exporta café, calçados, carne congelada e jóias. Após a queda nas exportações em 2009, determinada pela crise financeira internacional, as projeções indicam a retomada e o crescimento dos negócios a partir de uma agenda de trabalho para 2010 que ficará sob a coordenação do cônsul Roy Nir. O avanço nos entendimentos, agora no cenário novo desenhado pelo Livre Comércio Mercosul-Israel, deixou o governador Wagner otimista: “podemos aproveitar a abertura da economia israelense para vender nossos produtos e eles estão interessados nas condições oferecidas pela Bahia para empresários interessados em investir num estado que cumpre acordos e tem regras claras no campo da institucionalidade”, resumiu o governador.

O Brasil é o maior parceiro comercial de Israel na América Latina, e as relações entre os dois países tem se fortalecido nos últimos anos, com incremento das parcerias comerciais. Segundo informações divulgadas pela imprensa especializada, Israel planeja direcionar U$ 1 bilhão em negócios no Brasil, e a aposta do governo baiano é de atrair parte desses investimentos para o estado.

Histórico:

– O Embaixador de Israel, Dr Giora Becher, esteve em visita à Bahia no período de 09 a 11 de dezembro de 2009, para uma visita de cortesia.

– O Presidente da Autoridade Palestina, Excelentíssimo senhor Mahmoud Abbas, esteve em visita ao Brasil no período de 19 a 21 de novembro de 2009. Foi a segunda visita do líder palestino. A primeira foi em 2005, na I Cúpula América do Sul – Países Árabes.

– Abbas desembarcou dia 19 de novembro, em Salvador, onde se reuniu com o Presidente Lula, no Palácio de Ondina, num jantar oferecido pelo governador na sua residência oficial. No dia seguinte deram início às tratativas de sua visita no Museu da Misericórdia, ainda em Salvador.

– Ainda nessa visita, o Presidente Abbas também se encontrou com Mauricio Kertzman Szporer, líder da comunidade judaica no Estado.

– Em 2008 autoridades baianas da área ambiental visitaram Israel e dessa aproximação resultou o aprimoramento das políticas públicas de controle de uso das águas com o aperfeiçoamento dos procedimentos de outorga. Houve avanços também nos trabalhos de monitoramento da qualidade das águas e na medição da vazão dos mananciais.

%d blogueiros gostam disto: