A partir de abril Saúde em Movimento atenderá simultaneamente duas regiões do estado

Em visita as instalações da base de operação do Programa Saúde em Movimento, no Hospital da Mulher, em Gandú (a 290 km de Salvador), o governador Jaques Wagner também divulgou a expansão a partir de abril de duas equipes atuando simultaneamente em duas regiões diferentes do estado baiano para levar, na forma de mutirão, ações de saúde gratuitas. Em Gandú, até o último dia 2, já haviam sido realizadas 16.297 consultas, 2.265 cirurgias de catarata e 2.290 de pterígio. A próxima cidade a receber o programa será Miguel Calmon, de 15 a 29 de março.

Acompanhado pela prefeita Irismar Souza, o governador caminhou pelas ruas do município avistando uma série de pessoas utilizando óculos escuros, constatando posteriormente que eram pacientes do Programa Saúde em Movimento após um processo cirúrgico. “Fico muito feliz a cada visita que faço aos médicos que atendem essas pessoas, que recuperam duplamente a visão delas: primeiro o sentido da visão, segundo a ampliação da visão até aprenderem a ler e escrever”, relatou Wagner.

O Saúde em Movimento é formado por uma equipe de 130 profissionais, entre médicos, enfermeiros, instrumentistas, técnicos de enfermagem e auxiliares, está desde o dia 19 na cidade e lá permanecerá até segunda-feira (8), oferecendo uma infinidade de serviços médicos, com destaque na área de oftalmologia, no qual se incluem 59 tipos de procedimentos, entre consultas, exames e cirurgias como as de catarata e de pterígeo.

A previsão é que mais de 36 mil consultas, numa média de duas mil por dia, sejam realizadas, beneficiando os moradores dos municípios que formam o Baixo Sul. Iniciado em outubro, o Saúde em Movimento, que prioritariamente atende alfabetizandos do Topa (Todos pela Alfabetização), já realizou 60 mil consultas, 15 mil cirurgias e mais de 105 mil exames complementares nos quatro municípios em que passou.

%d blogueiros gostam disto: