Wagner e Dilma acompanham desfile do bloco “mais belo dos belos”

No primeiro Carnaval sem a presença de Mãe Hilda Jitolú, matriarca do bloco que morreu ano passado, o Ilê Aiyê manteve a tradição e realizou a cerimônia de candomblé na saída do desfile na noite deste sábado, no Curuzu. Oferenda de milho branco e pipoca para abrir os caminhos, e depois pombas brancas foram soltas para pedir paz.

Este ano o bloco recebeu a visita do governador Jaques Wagner e da ministra da Casa Civil Dilma Rousseff, que veio a Salvador participar do Carnaval. Vestida com as cores do Ilê, Dilma Rousseff subiu a pé a ladeira do Curuzu e disse que pediu ao governador para conhecer a cultura afro dentro do carnaval de Salvador. “O Carnaval é uma manifestação muito forte e muito autêntica do povo baiano. Pedi ao governador e ele me atendeu, me trouxe aqui no Ilê, o mais belo dos belos”, completou.

O governador também elogiou o Ilê, bloco que recebe o apoio do Governo do Estado através do programa Carnaval Ouro Negro. “O Ilê é muito bonito e guarda toda uma cultura de raiz africana que só existe aqui”.

Este ano o desfile do Ilê tem como tema “Pernambuco, uma nação africana”, que faz referência a influência afro na música do maracatu pernambucano. Também está sendo feita uma homenagem a Mãe Hilda Jitolú.

%d blogueiros gostam disto: