Wagner a João Henrique: diferente do passado, governo não vai impor administração paralela a Salvador

Durante a solenidade de lançamento pela prefeitura de Salvador do programa que prevê uma série de de intervenções urbanísticas na capital, o governador Jaques Wagner ressaltou a legitimidade do prefeito João Henrique, garantida pelo voto popular, como condutor do projeto. Antes, em clima de harmonia com o governo estadual, o prefeito havia elogiado os secretários Walter Pinheiro, Eva Chiavon e James Corrêa, por suas contribuições na elaboração do plano. Wagner disse que "diferentemente do que ocorria no passado, o governo da Bahia não tentará impor nenhum tipo de administração paralela à prefeitura da capital. Pelo contrário, será um parceiro inclusive na captação de recursos para a viabilização dos empreendimentos".

%d blogueiros gostam disto: