Nova Fonte Nova é prioridade para a Copa de 2014

Nesta terça-feira (24) pela manhã, em viagem a Brasília, o governador Jaques Wagner confirmou em reunião no Ministério dos Esportes o andamento das negociações para a reconstrução do Estádio Otávio Mangabeira, a Nova Fonte Nova. A nova arena esportiva é uma exigência da FIFA e requisito básico para a capital baiana sediar os jogos da Copa do Mundo de 2014.“É uma decisão e temos que acelerar o andamento do processo para deixar Salvador pronta para a Copa de 2014”, afirmou Wagner.

Após uma rodada de discussão entre os técnicos dos governos federal, estadual e municipal, o governador baiano acertou com o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), o limite de empréstimo de R$ 400 milhões para a construção da arena. Também garantiu o financiamento para o aperfeiçoamento da mobilidade urbana de Salvador e Região Metropolitana, a partir de um aporte disponível no valor de R$ 560 milhões via Ministério das Cidades e Caixa Econômica Federal. Os recursos serão utilizados para a construção de um canal de tráfego entre Lauro de Freitas, via paralela até a Rótula do Abacaxi, desembocando na estação do metro.

A respeito de anúncio recente de uma nova arena por investidores portugueses e empresários baianos, o governador baiano explicou que torce pela concretização do investimento, mas, modera ao constatar que o projeto apresentado ainda não reúne todas as projeções para o governo interromper as negociações. “Se isso se concretizar, já que é apenas um anúncio, daremos um novo destino para a Fonte Nova, porque, não faz sentido construirmos duas arenas com o nível que a Copa do Mundo exige”, explicou Wagner.

O governador comentou que seria “ótimo” se o investimento português fosse confirmado, pois, economizaria o dinheiro gasto com a Fonte Nova para outros equipamentos em Salvador, melhorando ainda as condições da cidade para recepcionar a Copa do Mundo. A expectativa é que as obras da Nova Fonte Nova comecem em 2010 e esteja em funcionamento até o final de 2012, em tempo hábil para sediar, também, a Copa das Confederações, a ser realizada em 2013.

%d blogueiros gostam disto: